Manifesto Deusas | Planner 2022 Jornada do Eu® | Studio Luze

Manifesto Deusas | Planner 2022 Jornada do Eu®

encontre seu centro, conecte-se no agora, e boa viagem!

Para otimizar a experiência da sua leitura, dê play na trilha sonora escolhida especialmente para essa capa e se permita estar em presença para receber essa mensagem no seu coração:

.

r e s p i r a 

.

Capa Deusas 2022

A menina dos meus olhos cresceu.

Ah, mulher. Como é bonito olhar pra você, celebrar a tua trajetória. Como é bonito honrar a mulher que você se tornou.

Eu te vi correr e crescer pelos campos de trigo, eu vi o sol aquecer teu riso no verão, eu vi tuas folhas caírem no outono e você se despir das tuas mágoas internas, eu fui as tuas lágrimas quando o inverno chegou e você abriu mão tantas vezes do sonhar.

Eu vi você se doar.
Eu vi você se perder.
Eu fui a sua espera.
Eu fui o seu gestar.

E numa manhã de primavera você levantou da cama, calçou os sapatos surrados pelo tempo e ainda com o olhar amassado do sono, você me percebeu no horizonte. A luz do sol beijava o verde das árvores, o vento soprando esperança nas linhas do teu rosto, fazendo balançar a tua camisola branca.
O meu sussurro e o teu suspiro.

Ah, mulher. Eu vi naquele dia você renascer.

Eu vi o movimento das tuas mãos tão delicadas se enrolando no teu próprio abraço. Eu vi você se acolher. Eu me vi nos teus olhos. Eu vi as pétalas do teu florir ganharem cor como uma pintura.

Você cresceu, mulher.
No instante em que você me reconheceu em você, você floriu.

Eu sou as que já passaram, eu sou o caminho aberto, eu sou as que não foram. Eu sou a dor e o perdão. Eu também sou a morte. Eu sou a entrega. Eu sou as que queimaram. Eu sou os teus ciclos. Eu sou a tua história. Eu sou o teu sagrado. A tua lua e o teu sol. Eu sou o brilhar das estrelas que guiam os teus caminhos.

Eu fui.
E agora tu és.
A afirmação. A verdade. A força. O desbravar.

Agora vai, mulher. Segue o teu próprio caminho.
Brilha pela tua própria luz.

Eu te liberto de todas as amarras que não são tuas. Eu te liberto das dores que não são tuas, das crenças erradas que te limitam. Eu vim pra libertar essa criança interior pra que ela possa correr, de pés descalços, ao teu lado pelos campos onde você cresceu.

Tu fostes a mulher que um dia todas nós sonhamos.
Hoje, tu deixou de ser sonho pra ser a realização.

Você está livre pra ser o que quiser.
Nós estamos todas aqui em você.

Obrigada pelo teu sim.
Por sentir e acolher.

Por manifestar e manter viva a nossa essência,
no teu existir.

.

Coleção Sou(l)
Manifeste a abundância da sua verdade no agora.

.

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.